Como se tornar um franqueado da Fábrica Di Chocolate

Abrir uma franquia de chocolates está entre os melhores negócios da atualidade, afinal, o Brasil é o terceiro maior mercado do mundo em consumo de chocolate. Para iniciar uma operação da Fábrica Di Chocolate o primeira etapa é demonstrar seu interesse, preenchendo seus dados para que a franqueadora entre em contato. Daí por diante iniciam-se as 12 etapas para se tornar um franqueado.

Na primeira etapa, um especialista da Fábrica Di Chocolate entrará em contato para conhecer o investidor interessado, tirar dúvidas gerais e submeter a ele a Ficha Preliminar e de Perfil. Essa ficha contém informações pessoais importantes para a análise de perfil e pré-avaliação da franqueadora, que já é a segunda etapa.

Em uma reunião pessoal para apresentação da franquia, o investidor tem a oportunidade única de conhecer todo o funcionamento administrativo da sede da franquia Fábrica Di Chocolate.

Depois de avaliado pelo comitê de avaliação da Fábrica Di Chocolate, o investidor é convidado para uma apresentação pessoal da franquia. Essa é uma reunião sem compromisso, realizada na cidade de Joinville, Santa Catarina, onde o investidor terá a oportunidade de conhecer a sede da franqueadora, ver uma unidade em plena operação em um shopping da cidade e observar o laboratório de desenvolvimento de novos produtos. Na reunião todos os detalhes da franquia são apresentados, dúvidas são sanadas e, ao fim da reunião, estando de acordo em dar continuidade no negócio, recebe em mãos a Circular de Oferta de Franquia (COF).

O recebimento da COF é a quarta etapa dos procedimentos para se tornar um franqueado. Nesta etapa o investidor deverá tirar, no mínimo, dez dias para analisar todos os detalhes da franquia e estudar com cuidado o negócio. Só após este período poderá partir para quinta etapa.

Ao fim da quarta etapa o investidor já tem total conhecimento da franquia, tem entendimento de como funciona a operação e todos seus direitos, deveres e responsabilidades, estando pronto para nova etapa, que é assinar o contrato oficial da franquia e dar andamento em processos documentais.

Com ambas as partes acordadas, inicia-se a sexta etapa, que é a etapa do processo de prospecção do ponto. A Fábrica Di Chocolate oferece assistência na busca pelo ponto ideal, analisa a viabilidade do ponto comercial e ajuda na negociação de valores, tudo para alcançar o melhor custo-benefício.

A sétima etapa é produção do quiosque e das máquinas chocolateiras, de acordo com o potencial do ponto comercial escolhido. Esta etapa é simultânea a oitava etapa, onde o franqueado e a franqueadora seguem o Plano de Ações Iniciais (PAI).

Para uma franquia saudável e lucrativa, a Fábrica Di Chocolate se preocupa com a capacitação do novo franqueado, e na nona etapa o franqueado passa por treinamentos de gestão e treinamentos operacionais. Esta etapa também pode correr paralela as duas etapas anteriores.

Finalmente a décima etapa, onde o quiosque de chocolate é montado e são realizados os testes finais do equipamento. Pode-se comparar isso com a entrega de um carro novo ou a chave do novo apartamento. O investidor, que agora é franqueado, vê pela primeira vez seu novo negócio instalado e pronto para começar.

A grande inauguração é a décima primeira etapa. A franqueadora acompanha o momento para garantir que tudo dê certo e que as estratégias de divulgação foram efetivas. Alguns erros podem ocorrer nesta etapa, os novos funcionários podem estar nervosos, mas tudo tende a dar certo, afinal, a Fábrica Di Chocolate tem mais de 15 anos de experiência com isso.

Agora você deve estar se perguntando qual é a 12ª etapa. Essa última etapa é a mais importante de todas: acompanhamento e assistência contínua. Tudo para assegurar que a nova operação se mantenha lucrativa e o franqueado alcance o pay-back entre 12 e 24 meses.